Homem de 68 anos confessou crime depois ser encontrado pela Polícia Militar dentro de casa. Ele foi encaminhado à 5ª DP, responsável pelo caso.

Um guardador de carros de 68 anos foi preso em flagrante nessa terça-feira (30) após matar a facadas um homem de 35 anos que estava em situação de rua na Vila Planalto, em Brasília.

Segundo a Polícia Militar, antes de ser assassinado, o morador de rua atirou uma pedra contra o flanelinha, que teria se recusado a dar esmola. O crime ocorreu por volta das 16h30, nas proximidades da Praça Nelson Corso.

A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada ao Instituo Hospital de Base, mas não resistiu aos ferimentos. O morador de rua tinha “várias passagens” criminais e usava tornozeleira eletrônica, de acordo com a PM.

Fachada da 5ª Delegacia de Polícia, na área central de Brasília — Foto: Brena Silva/G1
Fachada da 5ª Delegacia de Polícia, na área central de Brasília — Foto: Brena Silva/G1

O agressor, conhecido na região como “Véi do mato”, foi encontrado pelos militares minutos depois dentro de casa. Ele entregou a faca de mesa usada, mostrou um ferimento da cabeça – que teria sido ocasionado pela pedrada – e confessou o crime.

O caso é investigado pela 5ª DP.